patrocinador

Seresta



Seresta

Houve fantástica energia
Da nostálgica paixão
Tomou a noite da poesia
Em música, calor e cor

Abraços na madrugada fria
Amantes rolaram no chão
Sob a luz emprestada da lua
E beijos ao som do refrão

O seresteiro cantou a beleza
Sua voz iluminou a certeza
Da noite seduzida e nua
Cortejada em seresta de amor.

Wasil Sacharuk