patrocinador

SILÊNCIO PROFUNDO - acróstico

Silêncio Profundo

Sabedoria, irmãos,
Investe contra a cegueira
Lavemos, agora, as mãos
Estejamos livres da sujeira
Nascida nas glândulas da sensação
Cara cuspida de mira certeira
Invocamos a reflexão
Ou a vida cobra de outra maneira

Pelos cantos imundos
Renascemos do lodo da indignidade
Ouvimos o sopro profundo
Falando no tom da realidade;
Usamos o verbo com paixão
Nos rumos da felicidade
Da palavra unida à razão
Ou a vida cobra cuspir a verdade.

Wasil Sacharuk