Espelho de cristal

Espelho de Cristal

Amigo, eu quero vender
Um belo espelho de cristal
Com moldura entalhada à mão
Por um nobre artista alemão

Faço uma oferta sensacional
Decerto o amigo vai querer
Pois nunca irá se arrepender
E se olhará no espelho oval

Então lhe garanto de antemão
Esse espelho devolve a razão
Para quem quer a vida normal
E no jogo nem sempre perder

Nesse espelho eu vi o meu ser
Se libertando ao mundo astral
Saiu se perdendo na vastidão
Tomando o rumo da contramão

Nesse espelho me vi passional
Tal a maneira não pude conter
Estive com a mais linda mulher
Ocupando o diâmetro horizontal

Mas agora me veio a sensação
Eu me sinto tomado de emoção
Que o amigo não me leve a mal
Já não quero mais me desfazer.

Wasil Sacharuk - abril/2009

Inspiraturas