Vale dos sonhos


Vale dos sonhos

Descobri o meu vale dos sonhos
Numa tarde de sexta-feira

Dormi sentado em uma cadeira

E vi o brilho de olhos risonhos


Tinha a face de uma princesa
Cabelos negros faziam espirais
Herdou o poder de seus pais
A sucessora da atual realeza

No lindo vale havia uma aldeia
Próxima a um bosque encantado
No qual o futuro do reinado
Estava nas mãos da feiticeira

Depois de inúmeras tentativas
A magia do bosque vingou
Não sobraram pessoas vivas
Somente a princesa escapou

E passaram dezesseis anos
A princesa assumiu-se rainha
Sem povo reinava sozinha
Então consultou os arcanos

De imediato ela teve a visão
Da jovem deusa e seu manto
Prometendo quebrar o encanto
Se a princesa beijasse o chão

E foi o que a princesa fez
A terra envolveu-a ao colo
O encanto quebrou-se de vez
Aos seus lábios tocarem o solo

E o céu recobrou o seu azul
A aldeia tornou-se cidade
Um recanto de felicidade
Pela linda Princesa do Sul

Agora quando sonhar eu quero
Eu viajo para aquela aldeia

E sentado na praia eu espero

A princesa beijar a lua cheia.


Wasil Sacharuk

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS