patrocinador

Clichê de Amor


Clichê de Amor

Amor que se quer tem um nó
Nas tranças finas da paixão
Viver sem amor é viver só
Nas tramas frias da solidão

No cio dos amores incertos
Não mais do que sensação
No fio dos desejos secretos
Nas couraças da vâ emoção

Desejo sem amor é momento
Que se dissipa com o vento
No vão do prazer aberto

Amor que se quer é sem razão
Dos fluídos de uma reação
Dos desígnios de estar perto.

Wasil Sacharuk