Meu duplo

Meu duplo

O meu duplo sentido
Amor de reflexo
Ama desconexo
Como espaço perdido
Se fosse talvez holograma
Espelho partido
Reflete amor devolvido
A imagem de quem ama
De quem se procura no vidro
Quer desvendar minha trama
Amar o meu brilho escondido.

Wasil Sacharuk
verso subliminar de André Luiz Fernandes

Inspiraturas