Sou o que sou - acróstico



Sou o que sou - acróstico

Seria eu versos sem rima
Ocultadas em vasto véu
Ultrajante de minha sina?

Ora, eu sou o que sou

Quiseras domínio de mim
Único, soberano e supremo
Estruturando o meu fim?

Sou eu a deusa minha
Ornando meu próprio céu
Unica, singular e sozinha!

Wasil Sacharuk

Inspiraturas