patrocinador

Eu e meus sonhos

Eu e meus sonhos

Quando eu sonho eu sou livre, sou insconsciência e estou consciência. E sonhando eu me encontro com um nível elevado de mim.

Acordo com uma estranha sensação de que algo ficou marcado em meu íntimo e, creio que, por consequência, alguma sensível transformação ocorre na forma como eu trilho meu caminho. Tudo o que sinto é que já não sou mais o mesmo de antes do sonho. Alguém que entende dessas coisas, um dia desses, me disse que, quando eu sonho, vou buscar nas minhas dimensões mais profundas a essência de uma informação que será útil no desenrolar dos eventos da minha vida. Se for isso mesmo, que sejam bem-vindas as premonições.

Se eu aprendesse a interagir conscientemente na dimensão dos meus sonhos, me libertaria dessas amarras da razão e dançaria no simbolismo e na distorção. Acredito que depois disso eu passasse a tomar decisões mais acertadas.

È sonhando que percebo parte do todo que me compõe. E nessa comunhão com meu universo interior eu encontro aquele deus em formação que mora dentro de mim e fica relegado ao esquecimento. São os sonhos mais do que meus bons amigos, são sábios mestres.

Wasil Sacharuk