Versinhos de filho



Versinhos de filho

As mães, Reginas, Marias, Ivones
Esposas divinas, sogras, amantes
Sequer sonharam com silicones
Trazem resignação nos semblantes

Nobres guerreiras que amiúde
Roubam de seus filhos a dor
São as guardiãs da saúde
São depositárias do amor

Ativistas contra a fome
Com a alma nas panelas
Na espera da noite insone
Já não sonham ser cinderelas.

Dessas mulheres especiais
Eu quero ao colo deitar
Vou precisar sempre mais
E minha gratidão revelar.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas