Quem sou eu?



Quem sou eu?

Não diria que sou poeta 
Mas diria que sou obtuso 
Sou um cara complicado 
Sou pai do Paulo Ricardo 
Minha hora perdeu o fuso

Tenho uma vida completa 
Mas eu não sou da mutreta 
Procuro por discernimento 
E lembrei nesse momento 
Sou também pai da Preta 

E Dhenova é minha musa 
Que inspira minha canção 
Eu adoro carinho e meiguice 
Sou também pai da Felice 
E sou vasto na imensidão. 

Wasil Sacharuk

Inspiraturas