PULGA

Pulga

Eu não sei de mensalão
Não tenho medo do Chavez
Eu não comprei avião
Eu enfrentei o Morales

Eu não defendi o Dirceu
E nunca vi um Valério
Da reta não tiro o meu
Nem inventei ministério

Pula a pulga safada 
Uma safada pulga pula
Saltita pela esplanada
Sentada no lombo da mula
Ah comichão desgraçada!

Eu pago o bolsa família
E não existe inflação
Nenhum pobre se humilha
Eu provo na reeleição

Dou jeitinho brasilero
Com os amigo companhero
Não faço que nem Tancredo
Daqui não sumo tão cedo

Pula a pulga danada 
Uma danada pulga pula
Lombo do cão é morada
Guardada na barba do lula
Ah pinguceira danada!

Ei, qualquer coincidência
É só uma mera semelhança
É a pulga da resistência
Dando bronca na esperança.

Wasil Sacharuk

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS