Extirpando Ervas Daninhas - acróstico




Extirpando Ervas Daninhas - acróstico

E no jardim dos anseios
X ucra é a rosa amarela
T autóloga atrevida
I roniza o amor da vida
R epreende a margarida
P ermite a invasão do cravo
A lmejando a briga
N ão percebe a rosa maldita
D oce amor do girassol
O rgulhosa, resiste ao sol

E nroscada no desejo
R ecria o ideal do beijo
V iolento e apaixonado
A taque fatal planejado
S andices de rosa, afinal

D eitadas no solo encantado
A s daninhas ervas do lado
N utrindo de ira o ensejo
I nvestindo contra as flores
N egando todas as cores
H íbridas plantas de mato
A s pragas sucumbem aos amores
S eparadas de todas as dores.

Dhenova e Wasil Sacharuk

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS