Bomba H




Bomba H

É como surdo cego mudo
Quem não sabe nem viu
O eco no espaço vazio
Num insight sabe tudo

Quem não sabia de nada
Ninguém disse viu ouviu
A cabeça obtusa senil
A doida loucura sanada

Nenhum flash capturado
Do som da ira acalmada
Se coisa certa errada
Nem voz lira ou bardo

Nenhuma verdade emprestada
Nem a mentira intuída
Nem língua destituída
A bomba H foi jogada.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas