País verde amarelo - acróstico


País verde amarelo - acróstico

Palavra de ordem é a televisão
Analfabetismo, bigbrother, seleção
Inteligência modelo é a do Faustão
Sem crise, só riso, nação sem noção

Verde Amazônia outrora brasileira
Entregue na troca por uma panela
Risos soltos, tudo é brincadeira
Durante um capítulo da novela
E o merchandising escorre na tela

Ame o fome zero e o bolsa família
Mesa bem farta de tanto resíduo
A corja se lava, gargalha, humilha
Rasgando seda e discurso ambíguo
E viva o tal do jeitinho brasileiro
Liberto da ética apegado à estética
Orgulho e glória de ser cangaceiro.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas